segunda-feira, 14 de junho de 2010

COMÉDIA NOS BOLETINS DAS IGREJAS


Por Judiclay S. Santos

Caro leitor, você vai morrer de rir com frases reais retiradas de boletins e folhetos de algumas igrejas evangélicas e católicas. Como você vai perceber trata-se de uma simbiose entre o hilário e o esdrúxulo.


1) "No estudo desta noite nosso pastor trará a mensagem intitulada 'o que é o inferno?’. Venha mais cedo e assista o ensaio do coral."

2) "Teremos sorvetada na igreja próximo sábado. As irmãs que forem doar leite cheguem mais cedo."

3) "Para aquelas irmãs que têm filhos e não sabem, o berçário fica no segundo andar."

4) "Após a feijoada do próximo sábado teremos um período de meditação."

5) "Os adolescentes apresentarão no dia 1o uma peça de Shakespeare.Venha assistir esta tragédia."

6) "A irmã Laura agradece a todos os muitos irmãos que contribuíram para que finalmente ela engravidasse. Foi muito difícil, foi uma luta. Sem suas orações..."

7) "A irmã Zilda estará distribuindo Bíblias na favela na próxima terça.. O diabo que se cuide."

8) "Precisamos rezar intensamente pelo problema de saúde da irmã Cândida.Não tem Cristo que resolva."

9) "Os irmãos e irmãs que não sabem ler devem devolver os folhetos da igreja no final da missa, assim que já tiverem usado."

10) "O novo zelador é o irmão Manuel. Não é casado, mas faz tudo que os outros mandam."

11) "O pastor viajou para o enterro da mãe do irmão Paulo. No culto, cantaremos Ouve-se o Júbilo de Todos os Povos."

12) "A todos os irmãos que doaram alimentos à família da irmã Lurdes a igreja agradece. Ela morreu em paz."

13) "Convidamos a todos para possessão do nosso novo pastor no dia 25. Traga convidados para assistir."

2 comentários:

Pr. Marcos Crecchi disse...

Quantas palavras edificantes,gostei muito mesmo, só pode ser criaturas de Deus!

Judiclay Silva Santos disse...

Caro pastor Marcos Crecchi,

Que bom que o irmão gostou muito do texto "Comédia nos Boletins das Igrejas". Geralmente os pastores não gostam. Em nome das "palavras edificantes" muitos deles só se interessam pela aridez teológica e passam pela vida sem nenhum senso de humor. Talvez seja por isso que boa parte das esposas de pastores sejam tão tristes. Para alguns pastores o simples ato de rir, por si só, já é um pecado. Esse tipo de postura, circunspecta, azeda, chata e sem graça (nos dois sentidos) oportuniza os críticos do evangelho a ecoar o juízo de Sartre, que definia os cristãos como sendo pessoas "tristes e sem beleza, nem um pouco atrativos".

Charles, H. Spurgeon, mais do que qualquer outro pregador na história, soube coadunar seriedade com bom humor. Em um de seus sermões sobre o milagre da multiplicação dos pães e peixes, ele se dirigiu a sua congregação e perguntou: "Por que razão o Mestre permitiu sobrar doze cestos?" Em seguida respondeu: "Para que cada um doze discípulos carregasse um cesto sobre a cabeça e aprendesse a confiar no Deus dos impossíveis". Brilhante Spurgeon! Creio ainda que enquanto os discípulos carregavam os cestos, Jesus esboçava um gracioso sorriso.

Os boletins informativos de algumas igrejas são de fato uma simbiose entre o hilário e o esdrúxulo; nos faz rir e lamentar ao mesmo tempo. Embora haja tantos recursos disponíveis para se fazer as coisas com excelência, algumas igrejas se tornam motivo de riso por sua ignorância, falta de zelo e de bom senso no que fazem.

Um abraço.

Judiclay