terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

UM TEMPO INESQUECÍVEL!



Por Judiclay Santos

Fernando Pessoa dizia que na vida “há momentos inesquecíveis, coisas inexplicáveis e pessoas incomparáveis”. Nesse breve período nos EUA pude vivenciar essa gloriosa verdade imortalizada pelo ilustre poeta português.


Liderados pelo querido Jay Baumann, diretor da Atos 29 e líder do Restore Brazil, formamos um grupo de 11 pessoas que, a despeito das diferenças, formou uma equipe coesa e fraterna, cujas memórias são as mais agradáveis possíveis. Sinto-me privilegiado pela oportunidade de conhecer irmãos tão queridos, dentre eles, Renato Vargens, o mais figura de todos. Como bem disse o reverendo Leandro, (alma cansada – quem tem ouvidos ouça) podemos perceber no grupo a unidade na diversidade.


Fomos muito bem recebidos na Cross Pointe Church, (Orlando- Flórida) onde aconteceu a Conferência The Resurgence. Homens da envergadura de R.C.Sproul, Mark Driscoll, Matt Chandler, Chang kilgore, Tullian Tchividjian, ministraram com muita propriedade sobre o tema "Our fathers, our future". Em todas as pregações constamos profundidade teológica e simplicidade na comunicação. Todos eles buscaram fazer uma ponte entre as gloriosas doutrinas da graça e o mundo contemporâneo, com suas oportunidades e desafios.


Chang Kilgore, pastor sênior da CrossPoint Church ministrou uma palestra muito significativa numa especial reunião com o grupo de pastores brasileiros. Na ocasião, conversamos sobre nossas impressões sobre a igreja no Brasil, suas deficiências, potencialidades e desafios. Tivemos um precioso tempo de oração. Foi maravilhoso.
Creio que todos foram grandemente edificados. Louvamos a Deus pela manifestação da sua bondade sobre nós, dando-nos uma oportunidade tão singular.

2 comentários:

Filipe Niel disse...

Muito bom Judy, eu tbm postei no meu blog sobre o nosso tempo lá. Cara, cadê você no twitter? APareça mais no mundo virtual.
abraços,
Filipe

Renato Vargens disse...

Judy,

De fato foi um momento muito bom que tivemos juntos nos EUA.

Abraços,

Renato Vargens